Obras do World Trade Center Goiânia atraem financiadores renomados

Santander e BS2 apostam em força da marca da rede multinacional e o sucesso de vendas do empreendimento

O World Trade Center (WTC) Goiânia será o segundo da rede a chegar ao Brasil e, enquanto as obras do novo mixed-use vai ganhando forma no Setor Marista, o empreendimento, que é um projeto da Consciente Construtora e Incorporadora e da JBJ Incorporações, já conta com os bancos Santander e BS2 como financiadores. Explorando o conceito All In Experience , o WTC conta com agentes financiadores diferentes para o WTC Residence, WTC Office & Corporate e WTC Stay & Hotel.

 

O Banco BS2 inaugurou a linha de Plano Empresarial da Construção Civil (PEC), também conhecida como Plano Empresário, com o anúncio do financiamento da torre comercial do WTC Goiânia. O plano empresarial é um financiamento simplificado para empreendedores imobiliários, no qual o valor total financiado é liberado pelo banco progressivamente ao longo do período de construção, seguindo as demandas de cada etapa.

 

Segundo o superintendente comercial do Banco BS2, Márcio de Sá, o WTC Goiânia se tornou uma vitrine para o lançamento do plano da instituição financeira. Ele ainda destaca que o plano foi moldado de acordo com as necessidades do WTC. “Fomos apresentados pela primeira vez ao projeto do WTC ainda em 2019 e, desde então, evidenciamos o desejo de participar, de alguma forma, dessa iniciativa. O Banco BS2 já vinha oferecendo alguns produtos mais voltados para o mercado imobiliário, e moldamos o nosso Plano Empresarial em torno do WTC”, destaca Márcio.

 

“O resultado ficou tão satisfatório que hoje ele já está disponível para outros clientes. O WTC é a escolha ideal para lançar um produto completamente direcionado ao segmento imobiliário, por ser um projeto de grande visibilidade e que se tornará um símbolo da pujança econômica de Goiânia”, completa o superintendente do BS2.

 

Confiança internacional

Já a torre residencial do WTC Goiânia será financiada pelo Santander. Segundo o diretor presidente da Consciente Construtora, Ilézio Inácio Ferreira, o banco espanhol assinou o contrato de financiamento do WTC Residence de forma célere e sem entraves, diante da confiança gerada pelo sucesso de vendas do empreendimento e o histórico de credibilidade da Consciente e da JBJ no mercado. O empresário afirma que o envolvimento de um banco do porte do Santander no projeto comprova a grandiosidade do complexo.

 

“O Santander já tinha um forte histórico de parcerias com a JBJ e sempre demonstrou interesse em estabelecer negócios com a Consciente. O WTC foi a oportunidade perfeita para essa vontade finalmente se concretizar. Trata-se de um parceiro de nível internacional, que demonstra o alcance que o WTC Goiânia atingiu. Toda a negociação para o financiamento da torre residencial aconteceu de forma muito rápida e tranquila, pois o sucesso alcançado pelo empreendimento mostrou que trata-se de um investimento com retorno garantido”, avalia Ilézio.

 

Segundo o diretor financeiro da JBJ, Rodrigo Terra, o fato de as obras já estarem em um estágio avançado e com uma carteira comercializada já robusta, contribuiu para que o agente financeiro formalizasse sua presença no empreendimento. “O sucesso de vendas desde o lançamento e a força da marca WTC, com reconhecimento internacional, ajudou nessa parceria. Além disso, Goiânia vai ganhar um complexo com tecnologia e renome, ampliando as oportunidade de mostrar a força econômica da cidade para o mundo”, detalha.

 

WTC

A rede World Trade Center está presente em quase 330 cidades de 90 países. Depois de São Paulo, Goiânia se tornou a segunda cidade do Brasil a receber um WTC. O principal diferencial da unidade goiana será a vocação para o conceito de mixed-use. O complexo vai contar com torre destinada inteiramente para o universo business, Mall, área de conveniências, torre residencial com lazer em conceito resort e espaço para eventos. Dessa forma, o espaço busca aliar ambientes de moradia, diversão e trabalho em um mesmo lugar.

 

No total, o WTC Residence terá 227 unidades distribuídas em 32 andares. A torre contará com apartamentos com automação e recursos inteligentes para facilitar o cotidiano dos moradores. Entre as novidades tecnológicas da área residencial do complexo estão torneiras que economizam água, fechaduras eletrônicas nas áreas comuns, lockers automáticos para armazenar mercadorias, gerador com capacidade de fornecimento total durante quedas de energia, elevadores inteligentes, tomadas USB, ponto de carregamento para carros elétricos. Já as áreas comuns também contarão com playground, academia, espaços pet e gourmet e piscinas.

 

Por sua vez, a torre comercial tem valor geral de vendas (VGV) estimado em R$ 170 milhões, com finalização das obras previstas para 2023. A torre comercial inclui o WTC Stay & Hotel, com 12 pavimentos e 204 unidades com quartos, o WTC Office, com 231 salas divididas em 14 andares, e o WTC Corporate, com cinco pavimentos de salas corporativas.