Em jogo de viradas, Flu bate Goiás e segue na briga pelo Brasileiro

Athletico goleia xará goiano na reestreia de Fernandinho após 17 anos

O Fluminense venceu o Goiás por 3 a 2 no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo desta quarta-feira (20), marcado por duas viradas no placar, manteve o Tricolor na cola do Palmeiras – que iniciou a semana na liderança da competição – e impediu que o Esmeraldino abrisse vantagem para o Z4.

Os cariocas foram a 31 pontos, dois a menos que o Verdão. Os goianos, com 21 pontos, estão a três do América-MG, time que abre a zona de rebaixamento e ainda vai a campo pela rodada, justamente diante do Palmeiras, nesta quinta-feira (21), às 21h (horário de Brasília), no Independência, em Belo Horizonte.

Aos 27 minutos da primeira etapa, Jhon Arias recebeu com liberdade na área e abriu o marcador para o Fluminense. O Goiás empatou aos 43, com o também atacante Pedro Raul, de cabeça, após cruzamento do lateral Sávio pela esquerda.

No segundo tempo, aos 34 minutos, Nicolas – que havia acabado de perder um gol com meta aberta – dominou na entrada da área e soltou a bomba no ângulo, colocando o Esmeraldino à frente. A reação tricolor foi imediata. Quatro minutos depois, Germán Cano aproveitou a sobra de um chute que desviou na marcação e finaluzou por baixo de Tadeu. Aos 40, o também atacante Willian avançou pela esquerda e bateu colocado, decidindo o placar na Serrinha.

Reestreia de Fernandinho

Ainda nesta quarta, na Arena da Baixada, em Curitiba, o Athletico-PR goleou o Atlético-GO por 4 a 1 e se manteve na cola do próprio Fluminense. O Furacão tem os mesmos 31 pontos dos cariocas, mas fica atrás pelo saldo de gols. O Dragão, com a quarta derrota seguida, segue com 17 pontos, na zona de rebaixamento, em 18º lugar.

Os anfitriões saíram na frente aos oito minutos da primeira etapa, com Tomás Cuello completando, quase na linha de fundo, o cruzamento do lateral Khellven pela direita. Cinco minutos depois, o meia David Terans avançou pela esquerda e rolou para o também atacante Agustín Canobbio concluir para as redes, dentro da área.

No segundo tempo, aos três minutos, Terans foi lançado pela esquerda, dominou, soltou a bomba de fora da área e encobriu o goleiro Ronaldo, marcando um golaço. Aos 26, o atacante Kelvin descontou para o Atlético-GO. Nos acréscimos, Léo Cittadini recebeu cruzamento do também volante Fernandinho – que reestreou pelo Athletico, depois de 17 anos na Europa – e cabeceou para as redes, marcando o quarto dos paranaenses.

Braga afunda o Fortaleza

Simultaneamente às partidas em Goiânia e Curitiba, o Red Bull Bragantino derrotou o Fortaleza por 2 a 1 no estádio Nabi Abi Chedi, em Bragança Paulista (SP). O Massa Bruta abriu o placar aos 36 minutos da primeira etapa, com o meia Lucas Evangelista girando e batendo da entrada da área. O Leão do Pici empatou com o zagueiro Emanuel Brítez, de cabeça, aos 11 do segundo tempo. Nos acréscimos, Jan Hurtado apareceu pela direita e cruzou rasteiro para o também atacante Gabriel Novaes decretar o triunfo paulista.

O Bragantino chegou à terceira vitória seguida e foi a 27 pontos, na oitava colocação. O Tricolor cearense, com 14 pontos, continua na 19ª e penúltima colocação do Brasileiro.