Escolas retomam a realização das festas juninas, após dois anos de pandemia

Mais de 60 mil bandeirolas estão sendo confeccionadas pela Maple Bear Goiânia, para a celebração agendada para sábado (11). Além do resgate da tradição com alunos e familiares, campanha de agasalho será realizada durante a festa para beneficiar comunidade carente nesse inverno

As festas juninas ocorrem no Brasil desde o século XVI, por influência dos portugueses. Inicialmente, a celebração possuía um forte tom religioso, pelos dias de Santo Antônio, São João e São Pedro – todos no mês de junho. Com o passar do tempo, foi incorporada às festividades populares do país, passando a ser um retrato da vida no campo. Em Goiás, um estado bastante conhecido por sua predominância no agronegócio, a celebração é trabalhada como um resgate das tradições e da cultura sertaneja.

Danças típicas, como as quadrilhas, a produção de inúmeras comidas à base de milho e amendoim, como canjica, pamonha, pé de moleque, além de bebidas como o quentão são indispensáveis nas festanças, assim como as vestimentas características, como a camisa xadrez, botas e os vestidos coloridos e rodados.

Na maioria das escolas, a festa será retomada em 2022, após dois anos de isolamento social. Na escola Maple Bear, uma força-tarefa com os professores e equipe administrativa está sendo realizada para confeccionar 60 mil bandeirolas e 1500 flores para decoração. Os trabalhos estão a todo vapor, além, é claro, dos ensaios das quadrilhas.

“Todo o espaço será decorado com flores, tudo muito colorido e belo, simbolizando esse recomeço”, diz a diretora Cida Corrêa, ao fazer menção ao tema da festividade: “June Festival – Celebrating Life”. “Nessa festa, queremos celebrar a vida, nossa cultura, tudo de bom que a vida nos traz”, complementa.

Confirmada para sábado, 11 de junho, na nova unidade da instituição, no Hub Plateau D’or, a festa reunirá os alunos de todas as unidades escolares da Maple Bear. Ao todo, são mais de 60 turmas que se apresentarão ao longo do dia. A primeira dança está prevista para às 9h e a última para às 22h. “Mas nós também preparamos um momento para os pais dançarem junto com a gente”, adianta Cida um pouco sobre a programação da festa.

Na fase de preparativos, os alunos estão participando dos ensaios e também estão sendo envolvidos com a produção da decoração. “Nas aulas de artes, estamos realizando oficinas criativas para que eles participem e se envolvam com esse aspecto tão importante da nossa cultura”, acrescenta Cida. De acordo com a direção, são esperadas mais mais de cinco mil pessoas da comunidade escolar na ocasião, que também terá shows sertanejos, brincadeiras e muita comida típica.

Campanha do agasalho

Além disso, uma ação de solidariedade também terá espaço na festa junina da Maple Bear: uma campanha de doação de agasalhos para beneficiar a comunidade carente nesse inverno. Conforme a direção da instituição, as famílias foram convidadas a doar cobertores e agasalhos.

Nesta época do ano, em que já estamos no inverno, o tempo é naturalmente mais ameno, mas em 2022, especialmente, Goiás passa por algumas ondas de frio. Por isso, todas as roupas arrecadadas serão destinadas a pessoas em vulnerabilidade social. Além da diversão com a festa, o objetivo da escola é, junto com as famílias, conseguir fazer a diferença na vida de algumas comunidades que precisam de atenção especial neste momento.