Advogado é preso suspeito de atirar contra grupo que pescava em represa dentro da fazenda dele, em Nerópolis (GO)

Segundo a Polícia Militar, o advogado foi encontrado perto da represa em que aconteceu o crime

Um advogado de 48 anos foi preso suspeito de balear uma mulher, de 58, na noite do último sábado (16/07), em Nerópolis (GO).

“Ele viu vultos de pessoas e como já foi vítima de furtos na propriedade, disse que atirou ali na direção desses vultos, mas que ele falou que não fazia ideia que ia acertar porque não sabia se de fato tinham pessoas no local”, disse o delegado Cleiton Lobo, que atendeu o caso na Central de Flagrantes.

A vítima levou um tiro na perna esquerda e outro na direita. Ela foi levada para o pronto-socorro de Terezópolis de Goiás, recebeu atendimento médico e foi encaminhada ao Hospital de Urgências de Anápolis.

Segundo a Polícia Militar, o advogado foi encontrado perto da represa em que aconteceu o crime. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola calibre 380 registrada no nome dele, com 12 munições intactas.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO) informou em nota que não foi comunicada formalmente sobre a prisão.

A OAB-GO não foi comunicada formalmente sobre a prisão, o que afronta prerrogativa prevista em lei. Contudo, a Comissão de Direito e Prerrogativas, ao tomar conhecimento informal sobre o caso, instaurou procedimento para acompanhar e adotar as providências cabíveis de acordo com o Estatuto da Advocacia. Vale ressaltar que a Ordem tem por regra acompanhar toda ocorrência envolvendo seus inscritos tanto para resguardo de suas prerrogativas como para fiscalização dos deveres funcionais por seus inscritos.

Com informações do G1