Construtora aposta em banheiro sustentável para economizar energia e água em canteiro de obras

Seis chuveiros sustentáveis foram colocados em obra para atender colaboradores que tomam banho após o expediente. Economia em comparação com chuveiro elétrico pode chegar a 50%

A necessidade de se investir em sustentabilidade tem ganhado cada vez mais espaço na construção civil. Segundo o ranking mundial de construções verdes da Leadership in Energy Technology and Environmental Design (Leed), da United States Green Building Council, dos Estados Unidos, o Brasil está entre os cinco países que mais investem em empreendimentos sustentáveis, destacando-se na economia de água e energia e em apostas em tecnologias para reduzir os impactos ambientais.

O investimento na sustentabilidade começa ainda no início da construção de empreendimentos. Durante a construção do Horizonte Flamboyant, residencial da GPL Incorporadora no Jardim Goiás, a aposta tem sido num sistema trocador de calor em aço inoxidável integrado ao chuveiro eletrônico. O funcionamento do sistema se dá através da troca de calor que ocorre com o pré-aquecimento da água vinda da caixa pela água que cai do chuveiro através da plataforma situada no chão. A água quente usada durante o banho não entra em contato com a água fria, que passa por dentro da plataforma.

De acordo com o engenheiro civil do Horizonte Flamboyant, Washington Eugênio de Oliveira, ao ligar o chuveiro, uma plataforma de chão faz a troca de calor da água vinda do chuveiro com a água que irá passar pela ducha, através de uma serpentina interna à plataforma. Desta forma, a água chega à ducha já pré-aquecida reduzindo a demanda da resistência elétrica para que a água chegue na temperatura desejada. “O sistema possui um ajuste externo de vazão para que não se utilize água além do necessário para um banho confortável. O sistema proporciona economia de energia e água e ainda conforto a quem o utiliza”, destaca o engenheiro.

Sustentabilidade

Preocupada com a preservação do meio ambiente, a GPL firmou parceria com a consultoria de soluções sustentáveis Embrasca para auxiliar na proposição de uma solução que trabalhasse eficiência energética no canteiro de obras. O projeto dos chuveiros foi elaborado e executado pela empresa Verdan Engenharia Sustentável, representante legal dos chuveiros em Goiás. De acordo com o Engenheiro Ambiental Marcelo Jardim, os banheiros de eficiência energética são sustentáveis e foram instalados na obra da incorporadora após perceber que cerca de 30% dos colaboradores usavam esses espaços antes de irem para casa, ao término do expediente. “É uma tecnologia que pode resultar em uma economia mensal de 50% de energia e 20% de água em comparação com os chuveiros convencionais e que se paga em questão de meses”, destaca o supervisor técnico da Embrasca. Além disso, como é construída em módulos, a tecnologia também pode ser desmontada e levada para outras obras.

Ele ainda ressalta que a iniciativa foi bem aceita pelos trabalhadores da construção. “No local, também há opção de usar o chuveiro elétrico convencional, mas eles acabam optando, na maioria das vezes, pelos banheiros de eficiência energética. Muitos foram convencidos com a campanha de conscientização interna feita na obra sobre os impactos sustentáveis positivos desse sistema no dia a dia”, destaca Jardim ao ressaltar que foram espalhados materiais de educação ambiental pela obra e no banheiro abordando os benefícios dos chuveiros sustentáveis.

Jardim destaca que a obra do Horizonte Flamboyant contava com 22 chuveiros elétricos de 5.500W cada, sendo que o maior fluxo de banhos se concentrava entre 17h e 18 horas, horário de saída dos trabalhadores. “As portas dos seis boxes que recebem a tecnologia foram pintadas de verde, remetendo à sustentabilidade, e em cada uma delas foi fixada uma placa com informações de impacto, além de instruções para o uso do sistema”, detalha o especialista, que ainda ressalta que a economia anual de energia elétrica pode chegar até R$ 2,5 mil por ano.