Dez frases que todo goiano fala e o mundo adora

Pesquisa aponta criatividade no diálogo “goianês” e dificuldade de expressar pronomes. Mesmo assim, expressões são cheias de identidade e divertem quem escuta

Quem não gosta de trocar um dedinho de prosa com quem se gosta na calçada de casa, comendo pamonha quentinha, tomando um cafézin na mesa e sorrindo para a vida? Em Goiás, a cultura com os termos e expressões utilizadas no cotidiano é valorizada da linguagem até a culinária, inclusive para reunir família e amigos. E nada melhor do que encontrar o estilo goiano seja onde for. E você conhece as frases que o goiano gosta de falar e rachar de rir? Essa até poderia ser a primeira a ser citada.

 

Estudos elaborados pelo Grupo de Estudos Funcionalistas (GEF), da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás (UFG), revelaram diversas variações no ato de comunicar. Expressões como uai, aneim tem base ressaltam a identidade de quem nasce no Estado. Denominado como “Fala Goiana”, a pesquisa identificou outras marcas goianas, como o uso de expressões quando dé fé, ó a pamonha, entre outras.

 

Na segunda fase do projeto, a pesquisa apontou que 83% dos goianos não utilizam nas falas os pronomes reflexivos, que indicam que o sujeito pratica uma ação verbal sobre si mesmo. A doutora em linguística na UFG, Déborah Magalhães de Barros, explicou que ao estudar a reflexividade na fala goiana, constatou que os pronomes “se”, “me” e “te” deixam de serem usados. Para ela, na tradição do português brasileiro, esses pronomes são considerados como regras variáveis, podendo ou não serem utilizados. “Porém foi muito marcante o contexto em que a pessoa não usou essa marca”, afirmou Déborah.

 

Mesmo ferindo a língua culta, o estilo “goianês” vem fazendo sucesso, principalmente, na internet junto aos memes. Quem não se lembra dos goianos Caio e Rodolffo no Big Brother Brasil do ano passado? A dupla arrancou muita gargalhada dos brasileiros no reality show com as frases “tô cagand* na roupa”, “menino correndo, galho de pau quebrando”, “cunversa comigo”, que são típicamente goianas.

 

Para valorizar essa memória afetiva no Estado, o idealizador do Enquanto Isso em Goiás, Evandro Duarte, decidiu estampar as melhores frases em canecas. Ele explica que o objetivo é conectar ainda mais o goiano à sua identidade e cultura. “O goiano valoriza suas raízes e brinca com seu jeito de ser. É autêntico no falar e agir nas coisas simples. Ele mesmo elaborou uma linguagem própria para curtir com as situações da vida, brincar com os perrengues do dia a dia. Tenho clientes que passam as férias aqui no Brasil e sempre levam algo de Goiás para fora”, destacou.

 

Para ele, as canecas acabaram se transformando em um instrumento de expandir a cultura goiana, porque virou um presente bem humorado e cheio de identidade, às vezes para si mesmo ou para um amigo. É o caso do empresário do ramo de manutenção e reparo em condomínios, Paulo Guilherme Ilídio Reis. Ele mora em Goiânia e já comprou caneca com frase tipicamente goiana para si mesmo e para presentear seus clientes. “Tenho muito afeto com a nossa linguagem. A simplicidade é o que mais aprecio em nós e a frase Oh, trem bom! é a que mais gosto”, disse.

 

Confira a lista que nóis preparamos para você com as frases mais engraçadas. Provavelmente você já falou ou fala todos os dias:

 

1- Num dô conta duns trem desse não;

2-Quando eu quero mais eu vou pra Goiás;

3-Mió que muuuita gente!;

4-Tá tudo coisado;

5- Aneimmm tem dó!;

6- Piqui é mió que muita gente;

7- Uai sô;

8-Trem bão é coisa boa!;

9-Tudo fica mió de bão depois dum café;

10 – Goiano do pé rachado.