Em Goiânia, Othon Bastos anuncia novo trabalho com cineasta Alberto Araújo

O ator gravou pílulas para livro que será transformado em filme

A convite do escritor e cineasta Alberto Araújo, o ator global Othon Bastos esteve em Goiânia para gravar pílulas apresentando seu novo trabalho, o livro O Intervalo do Vagalume (Editora Chiado). A trama conta a história de um jovem que vivia no exterior e retorna a Goiânia após a morte de seus pais, na tentativa de reviver os dias felizes de sua infância. O detalhe é que ele sequestra o casal que mora na casa onde ele viveu e os obriga a se passar por sua família, na tentativa de matar a saudade do passado.

 

Não por acaso, Othon foi convidado para ser a estrela do lançamento do livro. Ele também será um dos personagens da trama, que será roteirizada para virar filme. “Já trabalhamos juntos no outro filme Vazio Coração e somos amigos, nosso trabalho tem uma grande sinergia”, diz Alberto.

 

Aos 88 anos, sendo 60 de carreira como ator, Othon Bastos continua ativo. Acumula mais de 80 filmes e já gravou mais de 35 novelas, minisséries, entre outras produções. Está presente no clássico “Deus e Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha. Dois filmes nacionais que tiveram sua participação concorreram ao Oscar de melhor filme estrangeiro: O Que É Isso, Companheiro?, de Bruno Barreto, e Central do Brasil, de Walter Salles. Um de seus recentes trabalhos foi a gravação do remake da novela Éramos Seis, da TV Globo, da qual ele também participou na primeira gravação.

 

“Será um prazer trabalhar novamente com Alberto. Sua trama é bem feita, bem cuidada, bem pensada e bem solucionada”, elogiou o veterano. Apoiadora da cultura, a GPE Incorporadora cedeu o apartamento decorado do 15w22, situado no Setor Oeste, para as gravações dos spots de lançamento do livro.