Especialista dá dicas de como intercalar estudo e descanso no período de férias

Para quem deseja prestar Enem ainda neste ano é importante não interromper o ciclo de aprendizado

Já passamos da metade do mês de julho. Será que os estudantes que estão se preparando para o Enem descansaram ou só estudaram nesses primeiros 15 dias de férias? Para a mestre em aprendizagem de vestibulandos pela UFG, Fernanda Leal, mentora de estudos dos alunos do Ensino Médio e do Curso Pré-Vestibular do Simbios, é fundamental que os jovens tirem de 5 a 10 dias em off para os estudos. Mesmo com as provas previstas apenas para os dias 13 e 20 de novembro, quem deseja ter êxito deve contar com um cronograma de estudos para não perder nenhum conteúdo relevante. Esse foi o combinado na casa do Leonardo Cadorin, aluno da 3ª série do Ensino Médio. A família dele optou por viajar, todos juntos, nos primeiros dias de julho.

 

E nada de levar qualquer livro ou apostila. Normalmente, alunos que levam o material de estudo para a viagem não estudam e quando o fazem não é de maneira assertiva, o que pode gerar sentimento de culpa por não ter estudado ou descansado com qualidade. “O objetivo é que o aluno aproveite ao máximo o passeio em família. Descanse de fato e, quando voltar, retome os estudos”, aconselha Fernanda.

 

Para o restante do mês de férias, Leonardo combinou com os pais de ir ao colégio todos os dias da semana e estudar de manhã e à tarde, tirando a noite para descansar. “Depois dos dias de viagem, eu tenho conseguido revisar todos os conteúdos que tinha planejado até agora e fazer algumas listas de exercícios”, conta o estudante. O adolescente optou por focar em conteúdos sobre os quais tem mais insegurança e separou alguns dias para fazer redações e simulados.

 

Fernanda Leal enfatiza que o maior problema não é estudar ou não estudar nas férias. O maior problema está em fazer um planejamento ruim, ou seja, estabelecer metas que não serão cumpridas, retornando para as aulas em agosto frustrado e cansado.

 

Por isso é que aconselho os alunos a descansarem de 5 a 10 dias nas férias de julho, visto que pessoas estressadas levam em média 5 dias para sentirem que estão de férias, ou seja, que estão descansando. Depois, no restante do mês, é indicado que eles mantenham uma rotina de estudos, desde que seja feita de maneira produtiva e consciente, revisitando planners do 1º semestre e construindo metas viáveis, para, então, retornarem descansados, focados e autoconfiantes”, orienta a especialista.

 

Sobre o Simbios
Com uma proposta educacional embasada na longa experiência de seus fundadores em sala de aula – Carla Borges, Valdir Faria, Walfredo Pereira e Adriano Medeiros – o Colégio Simbios foi fundado em 2011, em Goiânia. Hoje é referência no mercado pelo ensino de qualidade e pelos excelentes resultados em exames pré-vestibulares. Atestando a afirmação, é a instituição com o índice mais alto de aprovação no Centro-Oeste. Em 2022, ampliou sua atuação, proporcionando um ciclo de formação ainda mais completo por meio do Colégio Simbios Young, destinado à Educação Infantil e ao Ensino Fundamental.

 

O projeto pedagógico adotado prevê uma educação transformadora, o desenvolvimento de competências socioemocionais, bem como habilidades de relacionamento, autocontrole e responsabilidade na tomada de decisões. Entre os diferenciais, também está o Programa de Inteligência Emocional, destinado ao Ensino Médio, que oferece métodos de estudos e de planejamento, técnicas de relaxamento e meditação e o material Laboratório Inteligência de Vida, para o Ensino Fundamental, que auxilia o desenvolvimento da Inteligência Emocional a partir da criação de pilares socioemocionais.