Fazenda emite nota pedindo perdão sobre o caso do Gerente que humilhou um caminhoneiro furtando milho

Nesta segunda-feira (10/05), o dono da Fazenda emitiu uma nota sobre o caso do Gerente que humilhou um caminhoneiro furtando milho, em Cabeceiras (GO).

 

 

Assista o vídeo:

 

 

Segundo o proprietário a fazenda sofre com prejuízos, mas não justifica a ação do Gerente:

 

Confira a Nota oficial :

DECLARAÇÃO CONJUNTAA FAZENDA BIANCO, na pessoa de seu proprietário Sr. ARNO BRUNO WEIS declara veementemente não apoiar comportamentos e atitudes preconceituosas como as proferidas pelo Gerente Sr. FERNANDO ROSBACH ao se deparar com uma pessoa furtando milho em uma das lavouras. Uma atitude injustificável. A FAZENDA BIANCO sofre prejuízos significativos com os exagerados furtos diários de milho. Já houve casos de pessoas com carga completa de milho em camionetes e pequenos caminhões. Em algumas oportunidades pessoas armadas praticando o furto de milho. Para reduzir os furtos nunca se sabe quem vamos encontrar roubando milho. A FAZENDA BIANCO foi adquirida em 1995 com recursos da venda de outra fazenda no Estado de Goiás.Há muito o que agradecer aos goianos e ao Estado de Goiás na busca do sucesso em nossos negócios. Por isso, a declaração infeliz do Sr. Fernando não representa o respeito e a consideração que temos pelos goianos e pelo Estado de Goiás.O Sr. FERNANDO ROSBACH já fez algumas declarações onde pede perdão pelo erro cometido e o faz novamente aqui nestedocumento para ser replicado na internet caso necessário. A FAZENDA BIANCO reconhece no Sr.Fernando um excelente profissional e autor dos BONS resultados financeiros já obtidos na propriedade. Eu e o Sr. Fernando nos curvamoshumildemente para solicitar que nos perdoem pois está sendo uma lição durissima. QUE DEUS NOS ABENÇÕE E NOS PERMITA MELHORES ESCOLHAS EM NOSSAS DECISÕES.ARNO BRUNO WEISFERNANDO ROSBACH

O caso ocorreu às margens da GO-346, o homem foi filmando pelo gerente que o chamou diversas vezes de motorista de ladrão e fez o profissional carregar as espigas furtadas para a camionete. Nas redes sociais, o vídeo teve grande repercussão e dividiu opiniões.