Fundo que administra carreira de Gusttavo Lima pegou R$ 320 milhões do BNDES

Além de Gusttavo Lima, que antecipou 192 shows, o fundo já é dono de shows de Cesar Menotti e Fabiano, Sorriso Marto, Dubzdogs, Vintage Culture, Clayton e Romário e Junior Marques

O fundo de investimentos One7, que administra a carreira do cantor Gusttavo Lima, recebeu R$ 320 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Muito honrado com a seleção da One7 no edital do BNDES que avaliou o potencial de 73 empresas em relação ao alcance de MPMEs em busca de crédito, fortalecendo nosso propósito de impactar positivamente a vida das pessoas. Na chamada pública, One7, XP Asset e Acqio atuaram juntas na apresentação da proposta selecionada. Ao total teremos R$ 400 milhões disponíveis para novas operações”, disse João Paulo Fiuza, CEO do fundo, em seu linkedin.

Ao lado da empresa de organização de shows Four Even, a One7 que é um fundo de investimentos, lançou um fundo de direitos creditórios que adianta o pagamento de espetáculos a artistas, com desconto, e depois embolsa o valor cheio pago por quem contrata os shows.

O modelo prevê ainda uma assessoria para os cantores e o fundo também fica responsável pela venda dos shows e a contratação de seguros.

Além de Gusttavo Lima, que antecipou 192 shows, o fundo já é dono de shows de Cesar Menotti e Fabiano, Sorriso Marto, Dubzdogs, Vintage Culture, Clayton e Romário e Junior Marques.

Em nota, a One7 informou que as operações do fundo Four Even FIDC não têm qualquer relação com o aporte feito pelo BNDES em 2021. Confira a noto na íntegra:

A One7 esclarece, ainda, que as operações do fundo Four Even FIDC não têm qualquer relação com o aporte feito pelo BNDES em 2021, destinado ao fundo FIC FIDC XP Brasil MPME, do qual a One7 também é cotista. Vale destacar que este fundo tem como vocação a oferta de crédito para micro e pequenas empresas no país, com critérios de elegibilidade de acordo com o regulamento do fundo, que pode ser obtido no site da CVM. Esses recursos não podem financiar quaisquer eventos artísticos.

Ressaltamos também que as parcerias da One7 com prefeituras do interior de São Paulo para a capacitação profissional de jovens são financiadas por recursos próprios da empresa, não existindo qualquer transação financeira ou comercial com os municípios envolvidos.

Reafirmamos que nossas decisões de negócios e parcerias continuarão a prezar pelo comprometimento e pela sinceridade, dois dos sete valores que sustentam a instituição desde a fundação. Saiba mais sobre esses valores e atuação da One7 aqui: https://one7.com.vc/quem-somos/

Com informações da Veja e do DCM