“Hoje, Aparecida é uma cidade referência”, diz Gustavo antes de se desincompatibilizar

O prefeito Gustavo Mendanha concedeu nesta quinta-feira (31), na Cidade Administrativa Maguito Vilela, a última entrevista coletiva à imprensa enquanto chefe do Poder Executivo de Aparecida, antes de se desincompatibilizar do cargo, logo mais, às 18h. Gustavo agradeceu à imprensa por noticiar as ações realizadas pela Prefeitura de Aparecida na sua gestão, já de cinco anos e três meses. Seu primeiro mandato foi cumprido de 2017 a 2020, sendo Gustavo reeleito para esta atual administração, que seguirá até 2024. “Ao longo de todos esses anos, a imprensa sempre esteve aqui, presente, cobrindo o nosso trabalho enquanto prefeito e das equipes formadas no primeiro e no segundo mandato”, reconheceu Gustavo, ao lado do vice-prefeito Vilmar Mariano, que assumirá a prefeitura; de todo o seu secretariado e de vereadores. Em seu discurso, Gustavo Mendanha resumiu sua trajetória como prefeito de Aparecida, elencou as principais obras entregues em suas gestões e contextualizou o início deste trabalho, em 2017, quando sucedeu o ex-prefeito Maguito Vilela. “Por tudo o que o Maguito fez por Aparecida, muitas pessoas não acreditavam que a gente conseguiria melhorar aquilo que já era bom. E, hoje, Aparecida é uma cidade referência, que chama a atenção do povo goiano e do povo brasileiro”, disse o prefeito. Legado para Aparecida Entre os feitos do seu governo, Gustavo Mendanha citou a inauguração do Hospital Municipal de Aparecida Iris Rezende Machado, o Hmap; a entrega da obra também do Viaduto Vereador João Antônio Borges, na Avenida São Paulo; a construção de cinco novos eixos estruturantes, como o Eixo Leste-Oeste 04, inaugurado há duas semanas; e inovações trazidas pelo programa Cidade Inteligente, idealizado e executado na gestão Gustavo. O prefeito afirmou que, às vésperas do centenário de Aparecida (a ser completado em maio), ele deixa como legado para a cidade um município “onde as pessoas têm mais facilidade para ter acesso à saúde, educação e emprego. É um município que está se tornando uma cidade inteligente”, frisou Gustavo. Transmissão do cargo O prefeito assegurou que deixa a Prefeitura de Aparecida em boas mãos. Ele exaltou a carreira de Vilmar Mariano na administração pública e lembrou que o vice-prefeito foi vereador, presidente da Câmara Municipal e secretário municipal no governo de Maguito. “O Vilmar tem todas as qualidades para administrar Aparecida e fazer um bom trabalho como prefeito. Ele é uma pessoa que conhece muito bem a cidade”, destacou o prefeito. Vilmar Mariano assume o cargo de prefeito hoje à noite, em sessão solene da Câmara Municipal realizada no Anfiteatro Cantor Leandro, outro equipamento público inaugurado por Gustavo Mendanha. Vilmar garantiu que está pronto para esta missão. “Eu assumo a Prefeitura hoje totalmente equilibrada, tanto financeiramente quanto estruturalmente. E terei esse compromisso, de manter a gestão de excelência que o Gustavo construiu. Continuará sendo um governo bom, voltado às questões sociais e estruturais da nossa cidade”, concluiu o vice-prefeito.

O prefeito Gustavo Mendanha concedeu nesta quinta-feira (31), na Cidade Administrativa Maguito Vilela, a última entrevista coletiva à imprensa enquanto chefe do Poder Executivo de Aparecida, antes de se desincompatibilizar do cargo, logo mais, às 18h.

 

Gustavo agradeceu à imprensa por noticiar as ações realizadas pela Prefeitura de Aparecida na sua gestão, já de cinco anos e três meses. Seu primeiro mandato foi cumprido de 2017 a 2020, sendo Gustavo reeleito para esta atual administração, que seguirá até 2024.

 

“Ao longo de todos esses anos, a imprensa sempre esteve aqui, presente, cobrindo o nosso trabalho enquanto prefeito e das equipes formadas no primeiro e no segundo mandato”, reconheceu Gustavo, ao lado do vice-prefeito Vilmar Mariano, que assumirá a prefeitura; de todo o seu secretariado e de vereadores.

 

Em seu discurso, Gustavo Mendanha resumiu sua trajetória como prefeito de Aparecida, elencou as principais obras entregues em suas gestões e contextualizou o início deste trabalho, em 2017, quando sucedeu o ex-prefeito Maguito Vilela.

 

“Por tudo o que o Maguito fez por Aparecida, muitas pessoas não acreditavam que a gente conseguiria melhorar aquilo que já era bom. E, hoje, Aparecida é uma cidade referência, que chama a atenção do povo goiano e do povo brasileiro”, disse o prefeito.

 

Legado para Aparecida

 

Entre os feitos do seu governo, Gustavo Mendanha citou a inauguração do Hospital Municipal de Aparecida Iris Rezende Machado, o Hmap; a entrega da obra também do Viaduto Vereador João Antônio Borges, na Avenida São Paulo; a construção de cinco novos eixos estruturantes, como o Eixo Leste-Oeste 04, inaugurado há duas semanas; e inovações trazidas pelo programa Cidade Inteligente, idealizado e executado na gestão Gustavo.

 

O prefeito afirmou que, às vésperas do centenário de Aparecida (a ser completado em maio), ele deixa como legado para a cidade um município “onde as pessoas têm mais facilidade para ter acesso à saúde, educação e emprego. É um município que está se tornando uma cidade inteligente”, frisou Gustavo.

 

Transmissão do cargo

 

O prefeito assegurou que deixa a Prefeitura de Aparecida em boas mãos. Ele exaltou a carreira de Vilmar Mariano na administração pública e lembrou que o vice-prefeito foi vereador, presidente da Câmara Municipal e secretário municipal no governo de Maguito.

 

“O Vilmar tem todas as qualidades para administrar Aparecida e fazer um bom trabalho como prefeito. Ele é uma pessoa que conhece muito bem a cidade”, destacou o prefeito.

 

Vilmar Mariano assume o cargo de prefeito hoje à noite, em sessão solene da Câmara Municipal realizada no Anfiteatro Cantor Leandro, outro equipamento público inaugurado por Gustavo Mendanha. Vilmar garantiu que está pronto para esta missão.

 

“Eu assumo a Prefeitura hoje totalmente equilibrada, tanto financeiramente quanto estruturalmente. E terei esse compromisso, de manter a gestão de excelência que o Gustavo construiu. Continuará sendo um governo bom, voltado às questões sociais e estruturais da nossa cidade”, concluiu o vice-prefeito.