Mercado imobiliário vê oportunidade no metaverso

Segundo o especialista Cleberson Marques, a novidade poderá facilitar a vida dos clientes e ainda vai gerar empregos

Desde o ano passado, o metaverso vem sendo um ambiente digital em expansão e bastante comentado no mundo da tecnologia. O espaço virtual compartilhado ganhou visibilidade após a Meta, dona do Facebook, mudar seu nome para acompanhar a tendência de mercado. Esse universo vem movimentando grandes quantias em dinheiro com marketplaces e ações realizadas no ambiente, como shows de astros internacionais.

Porém, nos últimos meses este universo vem furando a bolha e atraindo empresas de segmentos diferentes do esperado. É o caso do mercado imobiliário, que está vendo no metaverso grandes oportunidades. Em janeiro deste ano, uma empresa do setor da construção civil do Paraná foi uma das primeiras do segmento a entrar neste mundo e apresentar seus lançamentos de 2022, simulando um showroom virtual com produtos fiéis em cores e texturas.

De acordo com Cleberson Marques, especialista em inovações e fundador da Terra Token, primeira startup do Centro-Oeste especializada na estruturação de tecnologia para a realização de transações em criptomoedas e tokenização de ativos imobiliários, o mercado imobiliário e a construção civil viram a tecnologia como oportunidade para investimentos, experiências, realidade aumentada, NFTs e até para desburocratizar processos de compra e venda de imóveis.

“Os setores adotaram o metaverso pois viram que com ele tudo poderia ficar mais fácil. Por exemplo, a empresa imobiliária no metaverso poderá proporcionar ao cliente a oportunidade de comprar um imóvel na planta e já poder visualizar como ele vai ficar. Inclusive, poderá até personalizar o apartamento ou casa da forma que ele quiser”, comenta Marques.

Segundo o especialista, além de facilitar a vida dos clientes, o crescimento do metaverso também vai gerar empregos. “Para este novo mundo funcionar em perfeito estado ele precisará de programadores para atender essa nova linguagem, com isso, surgirão oportunidades para entrar no mercado”, complementa o especialista.

Cleberson finaliza dizendo que toda essa tecnologia veio para somar e para ajudar no crescimento do setor imobiliário. “Com ele teremos junções de tecnologias que irão transportar o que eu faço lá no metaverso para a vida real, e vice-versa. Isso será funcional”.