Para além de descoberta, escola é lugar de amizade, defende especialista

Celebrado em 14 de fevereiro, o Dia da Amizade é um vínculo fundamental para o desenvolvimento das relações afetivas de adultos e crianças

Desde a infância, a escola é um local de longa permanência e, por isso, é fundamental que o espaço proporcione boas relações interpessoais. Quando falamos em ambiente escolar, esse assunto é ainda mais importante, principalmente pelo impacto que o clima da instituição de ensino pode gerar no processo de aprendizagem.

Além de um ambiente de descobertas, é na escola que se iniciam as relações de amizade, data celebrada neste 14 de fevereiro. É neste espaço onde é estimulado o conhecimento, o incentivo ao saber, a troca de experiências coletivas, o costume do estudo e, principalmente, a se relacionar com o próximo. Até porque, no espaço escolar, os colegas de classe serão os companheiros de jornada, de aventuras, tarefas e traquinices.

Em muitos casos, alguns colegas acabam estendendo a amizade para fora da sala de aula e firmando relações sólidas de amizade, por longos anos. É o caso das amigas Mariane Carvalho, de 14 anos, e Ana Luísa Oliveira, de 13, que são amigas há nove anos, desde que passaram a estudar juntas na Escola Canadense Maple Bear Goiânia.

As duas contam que levaram a amizade da escola para a vida e, atualmente, as famílias delas também são amigas. Elas ressaltam, no entanto, que a relação de amizade foi fortalecida no ambiente escolar, com suporte da instituição. “A escola é muito acolhedora e sempre nos deu liberdade para estarmos juntas, convivendo sempre próximas. Isso nunca foi um problema”, afirma Mariane.

A dupla também lembra com carinho das oportunidades proporcionadas a partir dos laços criados no colégio. “Quando a gente estava na 6ª série, entrou uma aluna na turma que era da Líbia, um país no norte da África. Ela não falava português e veio estudar conosco porque a escola é bilíngue. Nós ensinamos algumas coisas para ela e ela nos ensinou árabe, coisas da cultura dela. Ela foi totalmente inserida na nossa classe. Agora, nossa colega já foi embora, mas a gente continua mantendo contato”, acrescenta Ana Luísa.

Projetos

A amizade, com certeza, é um dos principais vínculos trabalhados pela Maple Bear. De acordo com a coordenadora pedagógica Izabela Betinassi, a instituição trabalha essa ligação inclusive em sua metodologia. “Temos muito claro que nós seres humanos nos constituímos na relação com o outro, nos relacionamento baseado em valores. A metodologia da escola promove atividades em que seja possível a criação e construção dessa troca entre os estudantes. Nosso principal projeto, o Construtores de paz, tem esse objetivo, levando em consideração a significância dessas relações”, afirma ela.

“No início do ano letivo, por exemplo, dentro desse conceito de amizade – estimulado no projeto dos Construtores de Paz -, trabalhamos em grupo a chegada dos novos alunos e o acolhimentos desses estudantes. Praticamos o exercício da amizade, alegria, apoio à essa criança. Com base nisso, os professores conhecem o perfil da turma, o que facilita bastante nessa integração”, destaca a coordenadora.

Ainda de acordo com Izabela, são trabalhados diversos valores que influem diretamente nas relações estabelecidas, como a partilha, a empatia, generosidade, validação do conhecimento e a gratidão.