PF investiga crime de furto na Caixa Econômica Federal em Goiânia

A PF deflagrou hoje (26/05) a operação aleivosia, com o fim de recuperar equipamentos da caixa econômica federal furtados no ano passado em uma das instalações da referida instituição financeira.

Cerca de 10 policiais federais estão cumprindo 2 mandados judiciais de busca e apreensão – expedidos pela justiça federal em goiás – na cidade de Goiânia/GO.

Segundo a Polícia, um técnico de empresa terceirizada contratada pelo banco, após ser autorizado a dar manutenção no sistema de câmeras de segurança instaladas no edifício sede da Caixa Econômica Federal no centro de Goiânia/GO, subtraiu equipamentos de informática.

“O investigado poderá responder pelo crime de furto qualificado, previsto no art.155, § 4º, ii, do código penal brasileiro, com pena que máxima de 8 (oito) anos de reclusão. Aleivosia significa abuso de confiança, traição e deslealdade. O nome da operação se dá em alusão à confiança depositada ao técnico contratado para prestar serviços na cef, tendo ele agido com traição e abuso de confiança”.