Polícia apreende aproximadamente 7 mil carteiras de cigarros palheiros falsificadas

A fábrica foi fechada e os suspeitos presos por receptação qualificada e crime contra as relações de consumo

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (DECON), prendeu na quinta-feira (12/05), pai e filho suspeitos de fabricação, rotulagem e preparo de cigarros falsificados.

De acordo com a polícia, durante buscas no estabelecimento comercial clandestino foram encontrados aproximadamente 7 mil carteiras de cigarros palheiros falsificadas. A fábrica foi fechada e os suspeitos presos por receptação qualificada e crime contra as relações de consumo.

As anotações em caderno de vendas apontam que a fábrica movimentava considerável volume financeiro, abastecendo o mercado formal e informal da capital e interior.