Polícia prende suspeito de aplicar golpes em torcedores do Vila Nova

25 torcedores caíram no golpe

A Polícia Civil de Goiás prendeu  um homem de 22 anos suspeito de aplicar golpes contra vários torcedores do Vila Nova Futebol Clube. A prisão aconteceu em Goiânia na segunda (4/07).

Segundo a Polícia, no dia em 18 de abril de 2022 o acusado entrou em grupo de WhatsApp destinado a torcedores do Clube Vila Nova e informou que organizava uma viagem de ida e volta de Goiânia para o Rio de Janeiro. O intuito era assistir uma partida da Copa do Brasil entre Fluminense e Vila, no dia (19/04).

De acordo com a PC, após 25 pessoas caíram no golpe, onde fizeram transferências para uma conta em nome de um terceiro e o suspeito deixou o grupo e parou de responder os demais membros em seguida.

A Polícia afirma que após alguns meses de investigação chegou-se ao suspeito, onde foi descoberto que o homem é torcedor do Vila e membro de torcida organizada.

A prisão ocorreu no Residencial Paulo Pacheco, Goiânia, na segunda. O homem poderá responder pelo crime de estelionato mediante fraude eletrônica (Art. 171, §2º-A, do CP). A polícia continua a investigação para verificar a possibilidade de participação de mais envolvidos.

 

A divulgação da imagem do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC, conforme Despacho do(a) Delegado(a) de Polícia responsável pelo inquérito policial, de modo que a publicação de suas imagens possa auxiliar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas.