Proximidade de áreas verdes são ponto fora da curva na valorização imobiliária

Projeto da Rizzo Incorporadora, Copas do Bosque ocupa última área de frente para o Bosque dos Buritis no setor Oeste, o que pode aumentar em até 16% sua valorização com o tempo

Nos últimos anos, o mercado imobiliário de Goiânia vem passando por uma grande valorização. De acordo com entidades do setor, a Capital fechou 2021 com 21% de crescimento no valor de apartamentos novos. Contudo, para quem pesa esse fator como decisivo na hora de escolher seu imóvel, ainda há um ponto que pode potencializar os ganhos: a proximidade de áreas verdes. Nesse sentido, o Copas do Bosque, empreendimento que marca o retorno da Rizzo ao mercado da incorporação, tem o privilégio estratégico de ocupar a última área de frente para o Bosque dos Buritis e seus mais de 140 mil m² de natureza no coração de Goiânia.

Segundo dados da empresa sueca Husqvarna, áreas verdes bem cuidadas podem aumentar o valor de um imóvel em 16%, em média. Mais do que isso, os números mostram que isso pode ser ainda maior quando aliado a um condomínio com um bom projeto paisagístico. Para o empreendimento da Rizzo Incorporadora, buscar uma integração capaz de fazer seus moradores sentirem o Bosque dos Buritis como parte do quintal de suas casas é um ponto chave do projeto.

Oportunidade de garantir uma vista exclusiva

Além disso, a localização do Copas do Bosque vem acompanhada de todos os benefícios de viver em um bairro central de Goiânia, que vem passando por um processo de renovação. Desde a revitalização da Praça do Sol, os últimos anos viram o setor Oeste, considerado um dos bairros mais tradicionais de Goiânia, receber novas opções de lazer, gastronomia e vida noturna que atraem também um público mais jovem. Por outro lado, sua localização e os benefícios associados seguem sendo um ponto forte entre habitantes de mais idade.

Diante disso, com a inauguração do decorado, a Rizzo Incorporadora deu início a uma agenda de atividades para criar um espaço de integração na área de seu stand com eventos culturais e educativos abertos ao público em geral. A intenção é oferecer aos moradores da região e frequentadores do Bosque dos Buritis mais uma opção de entretenimento e lazer aliados à área verde. Um exemplo foi a apresentação do violinista revelação Gabriel Figueiredo ao ar livre com distribuição de suculentas em homenagem ao Dia das Mães.

As copas do Bosque dos Buritis

Embora seja o patrimônio paisagístico mais antigo da cidade, o Bosque dos Buritis ainda pode ser uma joia inexplorada por muitos goianienses. Contudo, seus vizinhos sabem bem do potencial que os lagos, passeios e árvores oferecem a seus visitantes.

Além da integração com a área verde, o empreendimento da Rizzo Incorporadora tem como inspirações a Centro Livre de Artes, o Museu de Arte de Goiânia e as aulas e eventos abertos ao público que são oferecidas em seu.

Para quem ainda não está familiarizado à região, essa é a oportunidade não apenas de redescobrir esse patrimônio goianiense como de fazer dele parte do dia a dia, como explica Alexandre Leite, que assina a arquitetura ao lado de Fábio Mendonça.

“A localização privilegiada deste empreendimento se tornou uma premissa inicial para o projeto. Utilizamos a composição orgânica das varandas, o tom quente da madeira e a proximidade com a vegetação para trazer um diálogo com o Bosque dos Buritis à sua frente. Trata-se da importância de redescobrir o Setor Oeste, valorizando o seu entorno e levando o melhor para os seus moradores”, argumenta. Além disso, por se afastar um pouco da Praça do Sol, o projeto pretende expandir a área de interesse desse processo de revitalização do setor Oeste.

Sobre o Copas do Bosque

Ocupando a última área de frente para o Bosque dos Buritis, o projeto traz vista permanente para os 141.500 metros quadrados de arborização no centro de Goiânia. Além disso, o empreendimento conta com apartamentos de três suítes com 102 a 170 m², três suítes mais terraço com spa de 147 a 273 m² e penthouse de quatro suítes com 277 m², todos em diferentes opções de planta.

Já o lazer traz piscina adulto e infantil climatizadas, academia e área de churrasqueira com vista para o bosque, salão de festas, salão de jogos, brinquedoteca, playground e quadra. Ainda alinhado a toda a atmosfera de natureza que cerca a região, o bicicletário será entregue com duas bicicletas e três patinetes elétricos de uso coletivo bem como duas vagas verdes para automóveis elétricos.

Sobre a Rizzo Incorporadora

Nova empresa do grupo, a Rizzo Incorporadora é a tradução da solidez e compromisso da Rizzo Imóveis com a qualidade na entrega de seus empreendimentos e o bem-estar de seus clientes para o mercado de incorporações de alto padrão no Centro-Oeste.