Ação das polícias de Goiás e Pará prende foragido ligado a facção criminosa de tráfico e roubo de cargas

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), em conjunto com a Polícia Civil do Pará e a Polícia Militar de Goiás (Rotam), em ação conjunta, cumpriram hoje (29/7) mandado de prisão preventiva contra Raione Josafá Santana Coelho, vulgo Nino. Ele foi preso, após cinco dias de diligências contínuas, em Senador Canedo pelas equipes policiais.

De acordo com a Polícia, Raione ocupa função de destaque numa facção criminosa com atuação nacional, com enfoque nos estados do Pará, Goiás e Rio de Janeiro, especializada no tráfico de drogas e roubos de cargas. Ele estava foragido do sistema prisional desde 16 de abril de 2020. No ato de sua prisão pelos policiais civis e militares, ele apresentou documentos falsos, em nome de Rodrigo Braga Lima, oportunidade em que foi-lhe dada voz de prisão em flagrante delito pelo crime de uso de documento falso. Raione ostentava, em suas redes sociais, fotos consumindo substância entorpecente e portando armamento de grosso calibre e ameaçando de morte policiais, além de comandar a distancia diversas ações criminosas nos estados do Pará e Goiás.

Segundo a PC, o investigado já foi indiciado em três inquéritos policiais da Decar, pelos crimes de roubo com emprego de arma de fogo e restrição da liberdade da vítima.

A divulgação da imagem do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC, conforme Despacho do(a) Delegado(a) de Polícia responsável pelo inquérito policial, de modo que a publicação de sua imagem possa auxiliar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas de crimes.