Cursos gratuitos com quase 60 vagas são abertos para quem deseja se capacitar em Goiânia

São mais de 30 formações disponíveis, de agosto a outubro, desde informática básica a conservação predial, passando por vigilância e segurança

De agosto a outubro, o Instituto de Assistência Familiar e Amparo Social dos Trabalhadores do Setor de Terceirização de Mão de Obra e Comércio de Goiás (Iafas) disponibiliza, em Goiânia, mais de 30 cursos gratuitos. São cerca de 50 vagas para quem busca uma qualificação e encaminhamento para o mercado de trabalho. As formações são focadas nas áreas de limpeza, conservação, vigilância e segurança privada.

Os cursos disponíveis abordam teoria e prática e vão desde Técnicas Básicas de Limpeza Profissional; Relações Interpessoais; Qualificação para Recepcionista; Segurança Bancária; Limpeza Hospitalar; Limpeza em Hotelaria; Atendimento ao Cliente; Monitoramento Eletrônico e Operador de Circuito Fechado de Televisão (CFTV) e são abertos para a comunidade em geral. As cargas horárias variam de três a 12 horas. Há também curso de informática básica, com duração de 24 horas. Todos oferecem certificados aos que concluírem as atividades.

Há também palestras voltadas para o público geral, com abordagens em saúde mental, como Ansiedade e seus prejuízos; Culpa e consequências; Transtorno Bipolar: sintomas e tratamentos; e Treinamento para a vida com foco na aplicação de inteligência emocional, entre outros.

No site, www.iafas.org.br/cursos-eventos, é possível obter mais informações sobre os cursos, conferir o cronograma completo, com as datas, carga horária, além de fazer a pré-inscrição. O interessado também pode se candidatar em mais de um curso, desde que a programação de aulas não tenha choque de datas. Ao final, o participante pode solicitar que seu currículo seja disponibilizado para as empresas do setor para avaliação, seleção e convite para participar de processos seletivos. “Há mais de cinco anos, o instituto disponibiliza cursos gratuitos para a população com o objetivo de oferecer mão de obra qualificada para atender a esses segmentos”, ressalta a superintendente do Iafas, Rousilene Corrêa de Carvalho Melo.