Estudantes goianos classificados para torneio internacional de robótica são inspiração, diz secretário de governo

A equipe relatou como foi a experiência de programar e construir um robô ao secretário

Campeões do Torneio Nacional de Robótica – FIRA Brasil – e classificados para o torneio internacional FIRA RoboWorld Cup em 2022, cinco estudantes da Escola Canadense Maple Bear Goiânia foram recebidos, em dezembro, pelo secretário de Estado de Desenvolvimento e Inovação, Márcio César Pereira, para um encontro oficial. Ele fez questão de conhecer e cumprimentar Arthur Guissoni, Júlia Villefort, Marcelino Pedroso, Mateus Nery e Renzo Ribeiro, em companhia do professor e técnico Flamarion Moreira, pela conquista.

[/media-credit] Alunos em encontro com Secretário de Estado de Desenvolvimento e Inovação, Márcio César Pereira
Foto: Caroline Santana

A equipe relatou como foi a experiência de programar e construir um robô ao secretário, que ouviu atento os relatos. “Vocês já conhecem os caminhos, possuem as ideias e as pessoas precisam conhecer o que produziram para que sirva de inspiração”, frisou ele, que tem o projeto de desenvolver a Escola do Futuro para atender as demandas voltadas à formação de profissionais técnicos com domínio de tecnologias inovadoras.

Participaram, ainda, da visita no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, no último dia 21, a diretora geral da escola, Mônica Siqueira, os pais dos alunos vencedores e o deputado estadual Virmondes Cruvinel (Cidadania). A diretora da escola explicou que a robótica é desenvolvida através do trabalho em equipe com o foco na resolução de problemas, sendo uma ferramenta importante para romper paradigmas. “Quanto mais cedo a aprendizagem é introduzida, mais os alunos se desenvolvem nas áreas de tecnologia e inovação”. O professor Flamarion destacou outro benefício da robótica, que é o desenvolvimento da habilidade de se tomar decisões, a autonomia e a confiança. “Essa maturidade é um atributo importante para a vitória não só em torneios, como também em outras situações que os alunos futuramente irão vivenciar”, citou o professor.

No campeonato nacional, eles criaram um robô, em forma de veículo, que vira para os lados e carrega objetos. A missão da equipe, agora, é disputar a etapa internacional do torneio, que acontecerá em agosto de 2022, em Dubai. Os alunos vão representar o Brasil na categoria de 9 a 14 anos. Serão os únicos representantes goianos na competição.