Homem é preso por tráfico de drogas, porte ilegal de munições e corrupção ativa ao tentar subornar policiais, em Paranoá

Segundo a polícia, ele tentou negociar a liberação de um preso por embriaguez ao volante em troca de entorpecentes

Um homem foi preso na madrugada deste sábado (02/07) suspeito de tráfico de drogas, porte ilegal de munições e corrupção ativa. Conforme policiais militares do Grupo Tático Operacional do 20º Batalhão (Gtop 40), ele tentou negociar a liberação de um preso por embriaguez ao volante em troca de entorpecentes, no Paranoá (DF).

“Os policias do Gtop 40 viram um Honda/City trafegando em alta velocidade na altura da quadra 31 do Paranoá, conseguiram intercepta-lo e realizaram a abordagem“, afirma a polícia.

De acordo com a corporação, a princípio, nada de ilícito foi encontrado, mas o condutor do veículo apresentava sinais visíveis de embriaguez e foi submetido ao teste do bafômetro que teve como resultado 0,40 mg de álcool por litro de ar. O condutor também não possuía habilitação e os policiais deram voz de prisão ao motorista.

“Neste momento o passageiro relatou que possuía entorpecentes em sua residência e que entregaria aos policiais em troca da liberação do motorista. O homem recebeu voz de prisão e em sua residência foi encontrado munições calibres 38 e .40, cerca de 2,5kg de cocaína, aproximadamente 4kg de maconha, cinco balanças de precisão, dinheiro e diversos apetrechos para o fracionamento, embalo e comercialização do entorpecente”, afirma a polícia.

Segundo o Gtop, os detidos foram levados à 6ª Delegacia para registro do flagrante. Como o motorista não possuía CNH e não apresentou condutor habilitado, o veículo foi levado ao pátio do Detran.