Mulher é suspeita de queimar o rosto do ex com soda cáustica, em Aparecida

De acordo com a PC, ela não teria aceitado o fim do relacionamento. Mulher registrou ocorrência de agressão e solicitou medida protetiva contra o homem

Uma mulher, 35, é investigada por queimar o rosto do ex-namorado, 22, com soda cáustica, em Aparecida de Goiânia. O caso foi registrado no sábado (4) e, de acordo com a Polícia Civil (PC), a suspeita não teria aceitado o fim do relacionamento. Paralelamente, porém, a mulher, que afirma estar grávida, aponta que o homem a agrediu e solicitou medida protetiva contra o rapaz. O caso só foi divulgado pela corporação nesta quinta-feira (9).

O rapaz queimado com soda não registrou ocorrência contra a ex-namorada, mas o caso acabou denunciado por familiares do jovem. Na sequência, convocado à delegacia para prestar depoimento, ele afirmou que terminou o relacionamento com a suspeita e partiu para casa de um amigo.

Horas depois, a ex descobriu onde ele estava e foi até o endereço alegando que ambos precisavam conversar. Durante o diálogo, a mulher teria feito ofensas verbais e atirado a soda no rosto do rapaz, que saiu aos gritos por socorro.

O homem foi socorrido por vizinhos e levado ao Hospital de Olhos de Aparecida (HOA). Em seguida, foi encaminhado ao Hospital de Queimaduras de Goiânia. Ele precisará passar por um tratamento nos olhos em razão dos danos causados à visão.

Identificada, a mulher foi convocada a prestar depoimento e compareceu. Segundo ela, o relacionamento dos dois era conturbado e o jovem fazia ameaças de morte com frequência. Última demonstração de violência teria ocorrido durante o diálogo acima mencionado, quando o sujeito teria apertado o braço da mulher. A suspeita então informou que tem uma medida protetiva contra o rapaz, a qual teve veracidade comprovada pela polícia.

Por ora, ninguém foi preso, já que alguns fatos ainda precisam ser esclarecidos. Os casos seguem em investigação.

Via mais Goiás