No DF, uso de máscaras ao ar livre deixa de ser obrigatório

Taxa de transmissão atingiu menor índice desde o início da pandemia

[/media-credit] Máscara descartável.

As máscaras de proteção deixam de ser obrigatórias ao ar livre a partir de hoje em todo o Distrito Federal. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, após a taxa de transmissão de covid-19 ter artingido o menor índice desde o início da pandemia. A transmissão está em 0,66, ou seja, cem infectados transmitem o vírus para outras 66 pessoas.

A liberação do uso de máscara já havia sido antecipada pelo governador do DF, Ibaneis Rocha, com a alteração do Decreto nº 40.648/2020. “Diante da queda nos casos de covid-19 no Distrito Federal, flexibilizaremos o uso de máscaras em locais abertos. Estamos pouco a pouco voltando à normalidade. Não deixem de se vacinar”, afirmou o governador, em suas redes sociais.

O decreto determina a obrigatoriedade da utilização de máscaras de proteção facial em todos os espaços públicos fechados, transporte público coletivo, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços e nas áreas de uso comum dos condomínios residenciais e comerciais.

O uso da máscara será obrigatório também em shows e eventos esportivos em locais fechados, onde também será exigido comprovante de vacinação com ao menos duas doses. A medida começa a valer na próxima segunda-feira (7).

Atualmente, o DF tem 88,99% do público-alvo vacinado com a primeira dose, 79,82% com a segunda dose e 32,85% com a dose de reforço.