Operação Salinas combate subtração de gado no sudoeste goiano

Operação Salinas combate subtração de gado no sudoeste goiano

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), deflagrou em Catalão e Davinópolis, no sudeste do estado, em conjunto com o Batalhão Rural, a Operação Salinas, nesta última terça-feira (26/4).

Em dezembro do ano passado, um produtor rural foi vítima de furto de 34 cabeças de gado, ocorrido em Davinópolis, tendo o Batalhão Rural da Polícia Militar localizado os animais no município mineiro de Salinas. Na oportunidade, foram lavrados dois autos de prisão em flagrante (APF): um em desfavor do receptador e outro contra o apontado como autor do furto. De posse dos registros, os investigadores da DERCR iniciaram inúmeras diligências investigativas, desenvolvidas nos últimos três meses, notadamente na última quinzena, e conseguiu identificar uma associação criminosa interestadual que praticava furto de animais na região de Catalão, transportando-os para Minas Gerais e Bahia, onde eram comercializados.

Para a consecução do delito, a associação criminosa fazia uso de caminhões boiadeiros locados com ardil: o motorista era induzido a erro, acreditando na licitude da carga que transportava, bem como na idoneidade da documentação que era informada como sendo a que guiaria os animais. Na operação, foi preso o investigado Everaldo Franca Melo, vulgo Manteiguinha, de 45 anos.

A Operação Salinas também cumpriu buscas em endereços domiciliares e aponta para a integração da Delegacia de Crimes Rurais com o Batalhão Rural da PMGO. As ações investigativas devem identificar as associações e organizações criminosas que maculam o agronegócio goiano por meio da integração entre forças policiais e setores ligados ao campo e, por fim, aproximar os produtores rurais e pessoas que têm participação no seguimento do agronegócio.